Fale!

Skoob

    Autora: Laurie Halse Anderson
    Editora: Valentina
    Páginas: 248

Melinda não fala. Ela não é muda, nem nada parecido, só simplesmente evita o máximo que pode dizer qualquer coisa pra qualquer um. Quando se passa um bom tempo sendo ignorada por todos no colégio, não falar acaba sendo tão natural quanto não ter amigos. Pelo menos é assim que Melinda vê a situação, já que desde o dia em que chamou a polícia para uma festa da galera do colégio, e acabou sendo a responsável pela prisão de vários alunos, ela passou a ser a pária do colégio, a garota a ser evitada e um alvo frequente de bullying.

Ninguém se quer se importou em perguntar para Melinda o que a tinha feito chamar a polícia, nem mesmo sua melhor amiga quis saber, a saída mais fácil que todos encontraram foi isolar e odiar a garota que arruinou a grande festa. Não que Melinda fosse contar o que realmente aconteceu naquela noite, na verdade, tudo o que ela quer é esquecer.

Enquanto a garota é vítima de bullying no colégio, ela se torna depressiva, calada, suas notas caem e, sem entender o porquê, ela sabe que ninguém a nota, nem mesmo seus pais, que deveriam estar lá por ela, mas que passam mais tempo brigando e trabalhando do que prestando atenção na filha.

Por diversas vezes vemos Melinda chegar perto de contar, de dividir sua dor, e pelo mesmo número de vezes a vemos desistir, afinal, quem acreditaria nela? Quem seria capaz de dizer que não foi sua culpa? E por que falar se ninguém quer escutar?

Durante a aula de artes, do seu excêntrico professor Freeman, Melinda recebe uma difícil tarefa que fará parte de sua nota ao final do ano: fazer uma árvore falar. Logo ela, a garota que evita qualquer tipo de exposição sentimental, terá que realizar um trabalho artístico que envolva uma árvore, fazendo-a transmitir os sentimentos de sua autora. O que de inicio parece horrível pode acabar sendo sua salvação.

Fale! é intenso, chocante, profundo, angustiante e repleto de dor. É impossível não sofrer junto com Melinda, não se angustiar com a sua dor e o seu receio de contar e, o mais difícil ainda é ler o livro sem se sentir tocado pela estória de Melinda. Laurie Anderson não escreveu somente uma estória sobre bullying, violência contra a mulher, depressão e medo, ela escreveu uma estória sobre pessoas. Pessoas reais, que podem ser seus vizinhos, a garota que senta sozinha na sua classe, a mulher com quem você esbarrou na rua, ou até mesmo você.

Durante todo o livro a autora quis mandar uma única mensagem direta pra dois grupos diferentes: para aqueles que estão sofrendo ela diz “Fale!”, e para aqueles que fazem outros sofrer ou que são indiferentes a essa dor, Laurie diz “Acorde!”. Fale! é um livro que traz uma profunda reflexão sobre como pequenas ações, que você até mesmo pode acreditar serem engraçadas ou inocentes, podem acabar se revelando o motivo de choro de alguém, ou ainda pior, de depressão e suicídio. E que, talvez, só a sua companhia, ou só a sua vontade de ouvir, podem mudar a vida de alguém.

A melhor maneira de superar a dor, por mais profunda que ela seja, é falando sobre o assunto, desabafando, dividindo com alguém de confiança aquilo que você mais teme compartilhar. Fale! busca justamente dizer a todas as mulheres, e homens, que sofreram algum tipo de violência sexual que a culpa não é sua, que nada que você possa ter feito justifica os atos do seu agressor e que, acima de tudo, é ele quem precisa pagar e não você.

Com uma perfeita tradução e revisão, e uma diagramação caprichada, esse lançamento da Valentina é de tirar o fôlego. É impossível não amar este livro, não se sentir parte da estória e não ter seus sentimentos postos à prova com a dor de Melinda.

Curiosidade: Pra quem não sabe este livro foi lançado em 1999, ganhou inúmeros prêmios nos Estados Unidos, e já até virou filme. Sua versão cinematográfica se chama O Silêncio de Melinda. Eu ainda não assisti, mas segundo a autora é bem semelhante ao livro.

Beijos e comentem!

28 comentários:

  1. Oi!
    Não sei se eu leria :/ a história parece ser interessante, mas sou aquele tipo de pessoa que se choca com facilidade. Justamente por se tratar de uma história tão intensa como parece ser.

    Abraços,
    Marinah | Blog Marinah Gattuso

    ResponderExcluir
  2. Nossa esse livro parece ser muito emocionante, fiquei bastante interessada em ler!

    ResponderExcluir
  3. Já tive o prazer de ler este livro, ele é sensacional, com certeza uma história inesquecível!!

    Beijo, Van - Blog do Balaio
    balaiodelivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vanessa, concordo plenamente, pra mim não tem nada igual!

      Excluir
  4. Sou louca nesse livro! Já pesquisei muito sobre ele e sobre o filme também, e só tô esperando conseguir ler o livro pra poder assistir o filme! Com certeza são ótimos, até hoje nunca vi ninguém que não gostasse dele.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gabi, também procurei pelo filme, mas não encontrei pra assistir online ou para download. Caso você encontre me avise, ok? Estou atrás dele, mas só vi em VHS :(

      Excluir
  5. Camila que livro interessante!Eu não tinha lido nenhuma resenha sobre ele,mas vejo que este livro é aquele que você deve sim ler.Pois ele carrega um pouco - ou muito - de nossa realidade,o que esta acontecendo em nosso mundo,e que muitas vezes,não os vemos,ou melhor,não queremos ver.
    Bulling para mim é algo de falta de carácter da pessoa que o faz.E sim é preciso dizer,falar para assim ser resolvido.E o mais importante,pessoas que estejam ali para ajudar,ou somente ouvir.
    Esta leitura com toda a certeza esta na minha lista de leituras,ate a coloquei na frente de
    muitas.Pois livros como estes devem ser prioridade.

    Parabéns pela resenha Camila!

    Beijokas Ana Zuky

    Blog Sangue com Amor

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ana, suas palavras foram certeiras! O livro é realmente lindo e aborda os temas de maneira real e chocante, tenho certeza de que não vai se arrepender de lê-lo!!
      Beijos

      Excluir
  6. Caramba!
    Apesar de um livro 'dolorido' e impactante, parece ser uma história que realmente vale a pena ser lida.
    É difícil assistir reportagens que retratam este tema, ler um livro e se colocar no lugar da personagem deve ser mais forte ainda.
    Linda resenha, parabéns Camila.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Bianca!
      Realmente foi muito dificil ler o livro e se sentir na pele da Melinda, mas ao mesmo tempo me fez ver o quanto eu devo parar de reclamar dos meus problemas pequenas diários e perceber que tem gente em posiçao muito pior ;s
      bjos

      Excluir
  7. Eu já conhecia o filme “O Silêncio de Melinda”, porém não cheguei a assisti-lo.
    Para falar a verdade esse não é o tipo de livro, que estou acostumada a ler, mas a trama tem algo de instigante, então quem sabe um dia eu me arrisque.

    *bye*

    http://loucaporromances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Parece ser um livro fantasístico! Até agora eu ainda não procurei ler ele porque parece ser bem forte e impactante, e eu estou fugindo um pouco de livros assim... Mas sua resenha começou a mudar minha opinião.

    ResponderExcluir
  9. Ótima resenha. O livro parece ser realmente muito bom. No começo não me interessei muito pelo livro, mas agora estou doida para ler!

    ResponderExcluir
  10. Eu simplesmente preciso ler esse livro, acho que por eu ter passado poucas e boas no colégio, tenho quase certeza que irei me identificar. Preciso compra-lo logo!

    www.livrosecores.blogspot.com

    ResponderExcluir
  11. Ainda não li, mas necessito urgentemente.

    ResponderExcluir
  12. Doida pra ler! Uma história e tanto!

    ResponderExcluir
  13. Tenho sérios problemas com livros angustiantes, (risos), acredite, eu sou um buraco de sentimentos se tratando de livros, livros angustiantes fazem eu ficar angustiada, eu to lendo PLL agora, e a "A" é bem pior e mais malvada do que na série, e eu fico tão, mais tão arrepiada e com raiva de tudo de ruim que ela faz com as meninas, que simplesmente não me aguento, fico com raiva, (risos_), mas gostei desse livro, parece perfeito, vou me inscrever para ganha-lo, e a propósito, TO MEGA ULTRA FELIZ por ter ganhando o Top Comentarista, eu me inscrevo em todos que vejo, e sabe quantos eu ganhei? NENHUM, kkkk por isso to toda entusiasmada!
    acervo-de-livros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  14. A capa desse livro é tão linda. Isso contribui muito na minha vontade de ler o livro. Rsrsrsrs
    Beijos

    http://diariosdeumafangirl.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  15. já estou emocionada com a resenha esse livro promete me levar as lagrimas pois e uma historia emocionante sobre uma jovem que e desprezada por todos e que no fundo esconde uma grande dor.

    ResponderExcluir
  16. Bem legal, gostei da resenha. Quando ver este livro pra vender, irei comprar.

    gnrgunnar.com.br

    ResponderExcluir
  17. Livro interessante, as vezes é bom sair das distopias e cair de cara no mundo real, mesmo que não seja exatamente agradável. Parece um bom livro, entrou pra lista!

    ResponderExcluir
  18. Achei o tema extremamente delicado e, por isso mesmo, válido. Mas desde que seja abordado com sensibilidade e tb força, para que não seja banalizado. Adoro temas possíveis, reais, triste saber que acontece no mundo todo, todo o tempo...
    Esse drama é tão comum entre meninas e tantas se calam, sem forças. Sei que vou chorar e sofrer com Melinda, desprotegida e com marcas que não se apagarão. Mas o crescimento e o amadurecimento virão e com eles a força que Melinda descobrirá ter. Quero demais ler!

    ResponderExcluir
  19. Até agora só tenho lido elogios em relação a esse livro. Realmente é perturbador o tema que a autora aborda nele. O legal de tudo é que a Lauren faz de uma maneira leve e adequada para todas as idades. Acho que deve ser leitura obrigatória, principalmente pare adolescentes.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  20. Camila, parabéns! Eu tô até aqui chocada com a resenha e sem o que dizer. HSUASAUSHA
    Eu já li a resenha de Fale no blog LiteRata e tinha tido um pequeno interesse, porque esse gênero não é o meu, e após a leitura da sua fiquei com uma vontade terrível de apesar de ter a ideia sobre o assunto querer ler e ouvir o lamento da Melinda. Ver quando ela falar se vai acontecer alguma coisa com as pessoas responsáveis!
    Tipo, novamente.. PARABÉNS pela resenha!
    Vou deixar anotado o nome do filme e pesquisar pra ver se já assisti e não tô fazendo a ligação. ^^'

    ResponderExcluir
  21. Nossa, me identifiquei muito com a Melinda, já assisti ao filme e gostei muito, queria muito ler a história.

    ResponderExcluir
  22. Olá, Camila. A cada resenha que leio a respeito de Fale!, a minha curiosidade e ansiedade em ter logo esse livro em mãos é mil vezes maior. Podemos desde o início, sentir que a história de Melinda não é simples, e que a intensidade é gritante. Muitas vezes, o que realmente precisamos é de alguém que nos escute; acredito que todos nos colocaremos no lugar da personagem, ao menos por alguns instantes. Essa é uma leitura mais do que desejada por mim. Além do mais, quero logo conferir como ficou essa adaptação pras telonas... pelo visto a emoção rola solta. Beijocas!

    ResponderExcluir
  23. Ao ler sua resenha, lembrei de uma outra resenha que li, de Easy. Lembrei porque essa outra colunista também abraçou essa causa lindamente, semelhante a você. Deixo meus parabéns!
    É um tema complexo, muito complexo... vi ontem no twitter que no Brasil há mais estupros do que homicídios.
    E depois de ler sua resenha, "o grito", o incentivo desse título fica claro. E é muito importante "falar", porque pode acontecer de novo, e se não for com a mesma vítima, pode ser outra. Mas de qualquer forma afeta a vida da pessoa, prejudica o emocional dela... a pessoa introspectiva... creio que foi o que aconteceu com Melinda.
    Concordo que é bom ter um ouvinte, em qualquer situação, porém "preferencialmente", um bom ouvinte, não um babaca qualquer que confunde sinceridade com crueldade ou qualquer outra coisa negativa.
    A narrativa parece ser linda, e espero que de superação... ^.^
    Acho que passo a dica do filme... essa resenha já provocou uma emoção muito forte, imagine o livro... quanto mais o filme...
    Rá! Vou pesquisar o filme, depois de ler o livro, claro.
    Mais uma vez parabéns e obrigada pela resenha! =)

    ResponderExcluir
  24. Esse livro é daqueles que marcam a vida da gente, é um livro que passe o tempo que passar, sempre vai ser atual. Eu li em algum lugar que nos EUA, a leitura dele é indicada nas escolas,achei muito bom, afinal fala de bullyng, que a cada dia está mais presente na vida das pessoas, infelizmente! Fui lendo a resenha e me dando um bolo na garganta, morrendo de dó da Melinda, mas acho que a leitura, mesmo que dificil é necessária, eu tenho muita vontade de ler o livro e em seguida ver o filme, bjão! :)

    ResponderExcluir

Obrigada por deixar sua opinião! Beijos!

 
No Limite da Leitura © Copyright 2013 | Design por Camila Darc | Todos os direitos reservados.